Depois de ter perdido seus dois primeiros jogos, na fase de grupos, o San Lorenzo reagiu e chegou às oitavas-de-final da Copa Libertadores 2017. Nas oitavas, ganhou do Emelec no Equador, perdeu na Argentina e se classificou nos pênaltis. Com suor e lágrimas, mais uma vez, uma equipe do técnico uruguaio Diego Aguirre chega para brigar pelo título da competição.

Aguirre treinou 4 clubes de 3 países diferentes em 6 edições de Libertadores. Nas 4 últimas, incluindo 2017, sempre chegou, pelo menos, às quartas-de-final.

Seu melhor retrospecto se deu em 2011, com o Peñarol, quando eliminou o então atual campeão Inter em pleno Beira-Rio. Naquela edição, o treinador recolocou o clube uruguaio numa semifinal de Libertadores após 24 anos. Acabaria vice-campeão.

A seguir, os números do técnico Diego Aguirre em cada uma das 6 edições de Libertadores das quais participou.

Peñarol 2002
6 jogos
2 vitórias
1 empate
3 derrotas
Eliminado na fase de grupos

Peñarol 2004
6 jogos
2 vitórias
2 empates
2 derrotas
Eliminado na fase de grupos

Peñarol 2011
14 jogos
6 vitórias
2 empates
6 derrotas
Vice-campeão 

Inter 2015
12 jogos
7 vitórias
2 empates
3 derrotas
Semifinalista 

Atlético/MG 2016
10 jogos
6 vitórias
2 empates
2 derrotas
Eliminado nas quartas

San Lorenzo 2017
8 jogos
4 vitórias
1 empate
3 derrotas
Classificado às quartas-de-final 

TOTAL
6 edições
56 jogos
27 vitórias
10 empates
19 derrotas
54,1% de aproveitamento
1 vice
1 eliminação na semi
1 eliminação nas quartas
2 eliminações na fase de grupos
Atualmente nas quartas com o San Lorenzo

EM MATA-MATAS – Aguirre disputou 4 mata-matas de Libertadores com o Peñarol, 3 com o Internacional, 2 com o Atlético Mineiro e 1 com o San Lorenzo. Desses 10 mata-matas, suas equipes foram eliminadas em apenas 3.

Veja também:

 

CamisetasGozadas.com.br – Clique na imagem para saber mais sobre o modelo

E-book de humor, grátis!