Dos 3 títulos do Flamengo na Copa do Brasil (1990, 2006 e 2013), 2 foram obtidos por treinadores que não começaram a competição dirigindo o clube. A única das conquistas rubro-negras, na Copa do Brasil, que teve o mesmo técnico, de ponta a ponta, foi a de 90, com JAIR PEREIRA.

A campanha de 2006 começou com VALDIR ESPINOSA, que dirigiu a estreia do Flamengo, empate em 1 a 1 com o ASA, em Alagoas. A partida de volta já tinha, no comando, o “Senhor Waldemar”, WALDEMAR LEMOS, que dirigiu a equipe em outros 8 jogos: a 2ª fase, diante do ABC; as oitavas, contra o Guarani; as quartas, diante do Atlético Mineiro; e a semifinal, contra o Ipatinga. Com a instabilidade do time naquele Brasileirão, Waldemar foi substituído por NEY FRANCO, justamente o ex-técnico do Ipatinga, derrotado na semifinal. Com duas vitórias sobre o Vasco, Ney é campeão da Copa do Brasil, o bi do Flamengo.

Em 2013, a campanha do tri começou com MANO MENEZES, que dirigiu a equipe nos duelos das oitavas-de-final, diante do Cruzeiro. Mano se demitiu e, quem assumiu, foi JAYME DE ALMEIDA, que comandou os 6 jogos finais: contra o Botafogo, nas quartas; Goiás, na semifinal; e Atlético Paranaense, na decisão.

Em 2017, ZÉ RICARDO foi o comandante do Flamengo nos 4 primeiros jogos do clube na Copa do Brasil: as oitavas, diante do Atlético Goianiense; e as quartas, contra o Santos. REINALDO RUEDA assume, como 1ª grande tarefa, eliminar o rival Botafogo, na semifinal. Caso sua estreia ainda não aconteça no 1º jogo, JAYME DE ALMEIDA voltará a ser o interino.

 

Veja também:

 

CamisetasGozadas.com.br 

E-book de humor, grátis!