Normalmente, são memórias de infância. Você aprende a gostar de futebol olhando a Copa pela TV e se identifica com algumas seleções de países pequenos que mostram certo brilho. Mas, uma pena que foi só aquilo mesmo. Com as Eliminatórias para o Mundial da Rússia prestes a terminar – faltando as repescagens –, listamos 7 países que, de novo, não conseguiram retornar ao principal torneio de futebol do planeta. Todas são europeias.

BULGÁRIA – 4ª colocada na Copa de 1994, com direito a goleada de 3 a 0 sobre a Alemanha, nas quartas, a seleção que já teve Stoichkov, mais uma vez, ficou pelo caminho. Foi 4ª colocada no grupo A das eliminatórias europeias, atrás de França, Suécia e Holanda, só à frente de Luxemburgo e Bielorússia. Sua última Copa foi a de 1998, quando acabou eliminada no grupo da morte da 1ª fase, com Paraguai, Nigéria e Espanha. 2018 será a 5ª Copa seguida de ausência búlgara.

ROMÊNIA – Assim como a Bulgária, brilhou em 1994 e disputou sua última Copa em 1998. No Mundial dos Estados Unidos, ajudou a eliminar a brilhante geração da Colômbia na 1ª fase. Nas oitavas, bateu a Argentina, parando apenas nos pênaltis diante da Suécia, nas quartas. Os romenos, comandados pelo craque Hagi, ainda foram às oitavas, na França, 4 anos depois, mas caíram diante da Croácia. Nas Eliminatórias para a Rússia, a Romênia foi à 4ª do grupo E, à frente de Armênia e Cazaquistão, mas superada por Polônia, Dinamarca e Montenegro. 2018 será a 5ª Copa seguida de ausência romena.

HUNGRIA – Vice-campeã mundial duas vezes, a Hungria até surpreendeu na última Eurocopa, tendo chegado às oitavas-de-final após ter sido campeã de um grupo com Islândia, Portugal e Áustria. Depois, voltou à realidade: levou 4 a 0 da Bélgica. São 9 participações em Copas, a última, em 1986. Nas Eliminatórias para 2018, ficou em 3º do grupo A, atrás de Portugal e Suíça e à frente de Ilhas Faroe, Letônia e Andorra. 2018 será a 8ª Copa seguida de ausência húngara.

GALES – O único Mundial galês foi o de 1958, em que a seleção chegou às quartas-de-final e tomou o gol com o incrível chapéu de Pelé. Na 1ª fase, havia deixado para a trás a seleção húngara, então vice-campeã mundial. Na Euro 2016, Gales, de Bale, surpreendeu e foi à semifinal. Nas Eliminatórias para a Rússia, perdeu a vaga na repescagem para a Irlanda, em casa, na última rodada, ficando em 3º no grupo D, vencido pela Sérvia. 2018 será a 15ª Copa seguida sem Gales.

REPÚBLICA TCHECA – Como República Tcheca, disputou só uma Copa, a de 2006, da qual foi eliminada na 1ª fase. Como Tchecoeslováquia, foi bi-vice em 1934 e 1962. 2018 será sua 3ª Copa seguida de fora. Nas Eliminatórias, terminou em 3º no grupo da Alemanha, em que a Irlanda do Norte ficou com a vaga na repescagem.

TURQUIA – Os turcos haviam disputado uma Copa, a de 1954. Ficaram de fora das 11 seguintes até voltarem, de forma arrasadora, em 2002, quando deram trabalho ao Brasil na 1ª fase e na semifinal, terminando em 3º lugar. Foi seu último Mundial. Nas últimas Eliminatórias, a Turquia foi a 4ª colocada do grupo I, tendo sido superada por Islândia, Croácia e Ucrânia, ficando à frente, apenas, de Finlândia e Kosovo. 2018 será a 4ª Copa seguida de ausência turca.

UCRÂNIA – Os ucranianos não exatamente “encantaram” em 2006, mas, em sua única Copa, chegaram até às quartas-de-final, quando caíram diante da futura campeã Itália. Nas oitavas, haviam eliminado a Suíça, que deixou o Mundial sem tomar 1 gol sequer. Para os Mundiais de 2010 e 2014, a Ucrânia ficou na repescagem, respectivamente, diante de Grécia e França. Para 2018, sua 3ª Copa seguida de ausência, ficaram em 3º da chave da Islândia, em que a Croácia ficou com a vaga na repescagem.

Se estas seleções ficaram de fora da Copa do Mundo da Rússia, outras que brilharam em Mundiais estão perto de voltar. Aí vão 4:

PERU – De fora desde o Mundial de 1982, os peruanos vão disputar a repescagem contra a Nova Zelândia. Em 1970 e 1978, estiveram entre os 8 primeiros colocados.

SENEGAL – Foi às quartas-de-final em sua única Copa, a de 2002, quando bateu a então campeã França no jogo de abertura e eliminou a Suécia no “gol de ouro”, nas oitavas. Lidera sua chave nas eliminatórias africanas.

IRLANDA – Os irlandeses não fizeram feio em nenhuma das 3 Copas que disputaram. Em 1990, foram às quartas. Em 1994 e 2002, às oitavas. Estão na repescagem europeia após 3 Mundiais de ausência.

IRLANDA DO NORTE – Foram 3 Copas. Em 1958, quartas-de-final, eliminando Tchecoeslováquia e Argentina, caindo diante da França. Em 1982, foi à 2ª fase terminando em 1º lugar, simplesmente, no grupo da Espanha, dona da casa. Sua última Copa foi a de 1986. São 7 Mundiais de ausência até chegar à repescagem europeia.

 

Veja também:

 

CamisetasGozadas.com.br 

E-book de humor, grátis!