Não tem sido praxe a classificação do campeão da Libertadores para a final do Mundial de Clubes. Das 12 edições com o atual formato – semifinal e final -, 3 não tiveram sul-americano na decisão. E, nos últimos tempos, os jogos têm sido cada vez mais apertados.

Quem não lembra do parto que foi para o São Paulo bater o Al Ittihad, da Arábia Saudita, em 2005? E do susto que o Internacional tomou do Al Ahly, do Egito, em 2006? O mesmo Al Ahly vendeu caro a derrota para o Corinthians, em 2012.

Além de Internacional (2010), Atlético Mineiro (2013) e Atlético Nacional (2013), que acabaram derrotados na semifinal, há placares bem magros em favor dos sul-americanos.

Dos 9 que venceram, 1 precisou de prorrogação, o San Lorenzo, do zagueiro Kannemann, em 2014. E apenas duas vitórias dos campeões da América foram por mais de 1 gol de diferença. A mais recente, do Santos, em 2011, 3 a 1 sobre o Kashiwa Reysol.

A facilidade da classificação do Santos foi relativa. O Peixe foi para o intervalo vencendo por 2 a 0, gols de Neymar e Borges. Mas, no começo da 2ª etapa, o Kashiwa descontou e criou chance para empatar. A tranquilidade viria aos 18 minutos, com o 3º gol brasileiro, de Danilo.

MUNDIAL DE CLUBES – SEMIFINAIS DOS SUL-AMERICANOS
2005 – São Paulo 3×2 Al-Ittihad (Arábia Saudita)
2006 – Inter 2×1 Al Ahly (Egito)
2007 – Boca 1×0 Etoile du Sahel (Tunísia)
2008 – LDU 2×0 Pachuca (México)
2009 – Estudiantes 2×1 Pohang Steelers (Coréia do Sul)
2010 – Inter 0x2 Mazembe (Rep. Dem. Congo)
2011 – Santos 3×1 Kashiwa Reysol (Japão)
2012 – Corinthians 1×0 Al Ahly (Egito) 
2013 – Atlético Mineiro 1×3 Raja Casablanca (Marrocos)
2014 – San Lorenzo 2×1 Auckland City (Nova Zelândia)*
2015 – River Plate 1×0 Sanfrecce Hiroshima (Japão)
2016 – Atlético Nacional 0x3 Kashima Antlers (Japão)
*Após prorrogação. No tempo normal, 1×1.

O Grêmio entra em campo pela semifinal do Mundial de Clubes 2017, nos Emirados Árabes Unidos, terça-feira (12/12), contra o vencedor de Pachuca (México) x Wydad Casablanca (Marrocos), que se enfrentam no próximo sábado, dia 9.

Em 2014, San Lorenzo precisou de prorrogação para eliminar Auckland City. Imagem: Reprodução fifa.com

Em 2014, San Lorenzo precisou de prorrogação para eliminar Auckland City. Imagem: Reprodução fifa.com

 

Veja também:

 

CamisetasGozadas.com.br

Curta a PÁGINA DE RISOBOL

Inscreva-se no CANAL RISOBOL no YouTube

E-book de humor, grátis!