A edição de 2018 da Copa do Brasil será a 30ª, desde a criação, em 1989. Ela nem começou e já quebrou um paradigma: o saldo qualificado (desempate a partir dos gols marcados fora de casa) não será mais levado em conta.

Há outras coisas que ainda não ocorreram em 29 edições da Copa do Brasil (ocorrerão na 30ª?). A edição 2018, por exemplo, poderá ter o 1º hexa da competição, Cruzeiro ou Grêmio.

Listamos 7 marcas inéditas que serão buscadas na Copa do Brasil 2018.

1. TÉCNICO ESTRANGEIRO CAMPEÃO – O colombiano Reinaldo Rueda, do Flamengo, foi o primeiro técnico estrangeiro a decidir a Copa do Brasil. O título de 2017, no entanto, ficou com o brasileiro Mano Menezes, do Cruzeiro.

2. BICAMPEONATO CONSECUTIVO – Nenhum clube venceu a Copa do Brasil por 2 anos seguidos. Entre 2001 e 2012, isso nem era possível, pois o campeão estava fora da edição seguinte por problema de datas com a Libertadores. Já houve caso de um campeão que foi vice no ano seguinte: Grêmio, campeão em 1994, vice em 1995.

3. BOTAFOGO CAMPEÃO – Único grande clube carioca que jamais conquistou a Copa do Brasil, o Fogão chegou perto em 1999, quando foi vice, para o Juventude. Em 2017, foi eliminado pelo Flamengo na semifinal.

4. SÃO PAULO CAMPEÃO – Único grande de São Paulo que jamais ficou com a taça, o Tricolor foi vice em 2000, perdendo para o Cruzeiro, mesmo clube que o eliminou antes das oitavas, na 4ª fase, em 2017.

5. PARANAENSE CAMPEÃO – Foram 3 vice-campeonatos consecutivos do estado do Paraná: 2011/2012, com o Coritiba, e 2013, com o Atlético.

6. FINAL GAÚCHA – O estado do Rio Grande do Sul tem 7 títulos de Copa do Brasil, 2 a mais que o Rio de Janeiro. E tem o mesmo número de clubes campeões que os cariocas: 3. O RS tem 1 título a mais que Minas Gerais e um campeão a mais. Ainda assim, Minas e Rio já tiveram 2 clubes na mesma final da Copa do Brasil, e o RS, não. Finais do mesmo estado: Flamengo x Vasco (2006), Cruzeiro x Galo (2014) e Palmeiras x Santos (2015). Em 2016, a dupla Gre-Nal esteve na semifinal, mas só o Grêmio passou.

7. REGIÃO NORTE NA FINAL – Até o Centro-Oeste já teve finalista da Copa do Brasil, duas vezes, com Goiás (1990) e Brasiliense (2002). O Nordeste já teve até campeão (Sport, em 2008). O máximo que um clube do Norte alcançou, na Copa do Brasil, foi a semifinal, com o Remo, ainda na 2ª edição, em 1990. O Paysandu ganhou título nacional depois disso, mas não foi a Copa do Brasil: conquistou a extinta Copa dos Campeões de 2002, que levou à participação na Libertadores 2003.

 

Veja também:

 

CamisetasGozadas.com.br

Curta a PÁGINA DE RISOBOL

Inscreva-se no CANAL RISOBOL no YouTube

Inscreva-se no canal Fritura!

E-book de humor, grátis!