Dos 47 técnicos que iniciam 2018 nos clubes que disputarão a Libertadores – nem todos poderão estar nas estreias de suas equipes, afinal, o futebol é dinâmico –, 19, o equivalente a 40,4%, são estrangeiros, ou seja, não nasceram nos países de seus atuais clubes. A estatística inclui Oscar Ibañez, o argentino de nascimento, mas naturalizado peruano, treinador do Real Garcilaso, do Peru.

A Argentina, mais uma vez, é o país com mais técnicos na Libertadores: 18, o equivalente a 38,2%. Além de treinaram os 7 representantes argentinos, eles aparecem em clubes da Colômbia (2), Chile (2), Paraguai (2), Peru (2), Bolívia (2) e Equador (1).

O Brasil, além dos 8 técnicos que comandam os representantes do país, a Libertadores terá apenas mais 1 técnico nascido por aqui: Vinícius Eutrópio, do Bolívar.

Apenas Brasil, Argentina e Uruguai possuem todos os clubes da Libertadores 2018 treinados por profissionais nascidos nos próprios países. O Peru é o único em que nenhum dos 4 técnicos nasceu na própria nação.

PAÍSES DE NASCIMENTO DOS TÉCNICOS DOS CLUBES DA LIBERTADORES
18 na ARGENTINA (10 trabalham em clubes do exterior)
9 no BRASIL (1 em clube do exterior)
8 no URUGUAI (4 em clubes do exterior)
3 na COLÔMBIA (2 em clubes do exterior)
3 na VENEZUELA (os 3 em clubes do próprio país)
2 no CHILE (os 2 em clubes do país)
1 na BOLÍVIA (em clube do próprio país)
1 no EQUADOR (em clube do país)
1 no MÉXICO (em clube do Peru)
1 no PARAGUAI (em clube do país)

TÉCNICOS DOS CLUBES DA LIBERTADORES 2018 (lista feita em 11/01/2018)
Alianza Lima/PER – Pablo Bengoechea (URU)
Atlético Nacional/COL – Jorge Almirón (ARG)
Atlético Tucumán/ARG – Ricardo Zielinski (ARG)
Banfield/ARG – Julio Falcioni (ARG)
Boca/ARG – Guillermo Barros Schelotto (ARG)
Bolívar/BOL – Vinícius Eutrópio (BRA)
Defensor/URU – Eduardo Acevedo (URU)
Carabobo/VEN – Wilson Gutierrez (COL)
Cerro Porteño/PAR – Leonel Álvarez (COL)
Chapecoense/BRA – Gilson Kleina (BRA)
Colo-Colo/CHL – Pablo Guede (ARG)
Corinthians/BRA – Fábio Carille (BRA)
Cruzeiro/BRA – Mano Menezes (BRA)
Delfín/EQU – Guillermo Sanguinetti (URU)
Deportivo Lara/VEN – Leonardo González (VEN)
Emelec/EQU – Alfredo Arias (URU)
Estudiantes/ARG – Lucas Bernardi (ARG)
Flamengo/BRA – Paulo César Carpegiani (BRA)
Grêmio/BRA – Renato Portaluppi (BRA)
Guaraní/PAR – Sebástian Saja (ARG)
Independiente/ARG – Ariel Holán (ARG)
Indep. Del Valle/EQU – Gabriel Schürrer (ARG)
Jorge Wilstermann/BOL – Álvaro Peña (BOL)
Junior/COL – Alexis Mendoza (COL)
Libertad/PAR – Aldo Bobadilla (PAR)
Macará/EQU – Paul Vélez (EQU)
Melgar/PER – Enrique Maximiliano Meza (MEX)
Millonarios/COL – Miguel Ángel Russo (ARG)
Monagas/VEN – Jhonny Ferreira (VEN)
Montevideo Wanderers/URU – Eduardo Spinel (URU)
Nacional/URU – Alexander Medina (URU)
Olímpia/PAR – Daniel Garnero (ARG)
Oriente Petrolero/BOL – Néstor Clausen (ARG)
Palmeiras/BRA – Roger Machado (BRA)
Peñarol/URU – Leonardo Ramos (URU)
Racing/ARG – Eduardo Coudet (ARG)
Real Garcilaso/PER – Oscar Ibañez (ARG/PER)
River Plate/ARG – Marcelo Gallardo (ARG)
Santa Fe/COL – Gregorio Pérez (URU)
Santiago Wanderers/CHL – Nicolás Córdova (CHL)
Santos/BRA – Jair Ventura (BRA)
Táchira/VEN – Francesco Stifano (VEN)
The Strongest/BOL – Carlos Ischia (ARG)
Universidad Concepción/CHL – Francisco Bozán (CHL)
Universidad de Chile/CHL – Ángel Guillermo Hoyos (ARG)
Universitario/PER – Pedro Troglio (ARG)
Vasco/BRA – Zé Ricardo (BRA)

Ex-goleiro do Grêmio, Saja é novidade como técnico do Guaraní do Paraguai. Almirón, ex-Lanús, vai dirigir o Nacional de Medellín

Ex-goleiro do Grêmio, Saja é novidade como técnico do Guaraní do Paraguai. Almirón, ex-Lanús, vai dirigir o Nacional de Medellín 

 

Veja também:

 

CamisetasGozadas.com.br

Curta a PÁGINA DE RISOBOL

Inscreva-se no CANAL RISOBOL no YouTube

Inscreva-se no canal Fritura!

E-book de humor, grátis!