Dos 47 técnicos da Libertadores – neste 11 de janeiro, às 11h30min, é bom frisar, pois o futebol é dinâmico –, quatro já foram campeões da competição, dois argentinos e dois brasileiros.

Atual campeão, Renato Portaluppi, o Renato Gaúcho, segue no Grêmio. Paulo César Carpegiani, técnico na única Libertadores conquistada pelo Flamengo, está de volta ao clube.

Marcelo Gallardo, campeão com o River em 2015, segue no clube argentino. O também “hermano” Miguel Angel Russo, hoje no Millonarios, de Bogotá, comandou o Boca na conquista de 2007.

Além dos 4 campeões, a Libertadores 2018 terá 3 técnicos que foram vices da competição, neste século, um brasileiro e 2 argentinos.

Hoje no Cruzeiro, Mano Menezes perdeu a final com o Grêmio, em 2007. Atualmente no Banfield, Julio Falcioni foi vice com o Boca, em 2012. Jorge Almirón, atual vice-campeão da América, com o Lanús, vai dirigir, na Libertadores 2018, o Atlético Nacional, de Medellín.

Dos técnicos da próxima Libertadores, apenas Renato Portaluppi foi a duas finais: ganhou uma e perdeu outra.

TÉCNICOS DA LIBERTADORES 2018

CAMPEÕES
Marcelo Gallardo (River Plate) – Campeão pelo River, em 2015
Miguel Angel Russo (Millonarios) – Campeão com o Boca, em 2007
Paulo César Carpegiani (Flamengo) – Campeão pelo Flamengo, em 1981
Renato Portaluppi (Grêmio) – Campeão pelo Grêmio, em 2017

VICES
Jorge Almirón (Atlético Nacional) – Vice com o Lanús, em 2017
Julio Falcioni (Banfield) – Vice com o Boca, em 2012
Mano Menezes (Cruzeiro) – Vice com o Grêmio, em 2007

Renato e Carpegiani, nos clubes em que ganharam a Libertadores. Fotos: Lucas Uebel/Grêmio e Gilvan de Souza/Flamengo

Renato e Carpegiani, nos clubes em que ganharam a Libertadores. Fotos: Lucas Uebel/Grêmio e Gilvan de Souza/Flamengo

 

Veja ainda:

 

CamisetasGozadas.com.br

Curta a PÁGINA DE RISOBOL

Inscreva-se no CANAL RISOBOL no YouTube

Inscreva-se no canal Fritura!

E-book de humor, grátis!