A carreira de Henrique Dourado, 28 anos de idade, daria um livro – são 14 clubes. Artilheiro do Brasileirão 2017, pelo Fluminense, ao lado de Jô, do Corinthians, ele acaba de ser anunciado pelo Flamengo, que sonha alto na temporada, mirando, principalmente, o título da Libertadores.

Não é o primeiro grande clube da carreira de Henrique Dourado, que, antes, do Flu, já havia defendido Santos, Palmeiras e Cruzeiro, além da tradicionalíssima Portuguesa e da Chapecoense, no ano em que subiu para a Série ‘B’. Mas, nem sempre foi assim.

Dos 18 aos 23 anos de idade, metade de sua carreira profissional, Henrique Dourado perambulou por clubes de menor expressão. Nascido em Guarulhos, São Paulo, começou no Flamengo local, que disputava a Série A-3 do Paulistão. Em 2009, foi para o Lemense, que jogava a 2ª Divisão estadual, na prática, a Série D do Campeonato Paulista. Henrique já tinha 20 anos, idade que tem, hoje, Gabriel Jesus, astro do Manchester City e da Seleção Brasileira.

Em 2010 e no começo de 2011, Dourado defendeu o tradicional União São João, de Araras, que já não vivia a época das vacas gordas e, hoje, não possui departamento de futebol profissional. Henrique disputou a A-2 do Paulistão e, em 2011, foi para o Santo André, para disputa da Série C nacional. Com apenas 1 gol marcado, terminou o ano no Cianorte, do Paraná, na disputa da Série D do Brasileiro.

Foi no Cianorte, em 2012, que Dourado começou a aparecer. O time fez um grande campeonato paranaense, terminando em 4º lugar, 8 pontos à frente do tradicional Londrina. Henrique fez 9 gols e acabou emprestado pelo União São João para a Chapecoense. Com 5 gols em 8 jogos, ajudou a equipe catarinense a subir da Série C para a Série B do Brasileiro.

Em 2013, Henrique Dourado disputou a Série A-1 do Paulista, pelo Mogi Mirim. Formou ataque com Hernane Brocador. O Mogi foi semifinalista. Henrique marcou 8 gols em 20 partidas e foi emprestado, pelo Mirassol, que passava a ter seus direitos econômicos, para o Santos, onde ficou pouco tempo. Atuou em 4 jogos, não fez gol e foi reemprestado para a Portuguesa. Na Lusa, marcou 3 gols no Brasileirão, ajudando o clube a escapar, dentro de campo, do rebaixamento, que aconteceria no STJD.

Em 2014, ainda na Lusa, fez 7 gols em 14 jogos no Campeonato Paulista, chamando a atenção do Palmeiras, pelo qual disputou a Série A do Brasileiro. Voltando da Série B, o Verdão não fez um bom campeonato e quase caiu novamente. Mesmo assim, Henrique Dourado fez 16 gols em 33 jogos.

Em 2015, foi para o Cruzeiro, onde ficou a maior parte do tempo na reserva e marcou apenas 1 gol, contra o Tupi, pelo Campeonato Mineiro. Em julho, transferiu-se para o Vitória de Guimarães, de Portugal, onde ficou até o fim da temporada 2015/2016 e não foi mal: fez 12 gols em 28 jogos pela Liga Portuguesa.

Em julho de 2016, Henrique estreava pelo Fluminense. Começou como titular, mas passou para a reserva no 2º turno. Ainda marcou 2 gols, contra América-MG e Santa Cruz, pelo Brasileirão.

Em 2017, o grande ano da carreira: Henrique Dourado fez 32 gols em 59 jogos oficiais. Foram 18 gols no Brasileiro, 6 no Carioca, 4 na Copa do Brasil e 4 na Sul-Americana. Foi especulado no Corinthians, para substituir Jô, mas acabou ficando no Rio: é reforço do Flamengo para a Libertadores.

CARREIRA DE HENRIQUE DOURADO
2007/2008 – Flamengo de Guarulhos/SP
2009 – Lemense/SP
2010 – União São João/SP
2011 – União São João/SP, Santo André/SP e Cianorte/PR
2012 – Cianorte/PR e Chapecoense
2013 – Mogi Mirim/SP, SANTOS e Portuguesa
2014 – Portuguesa e PALMEIRAS
2015 – CRUZEIRO e Vitória de Guimarães (POR)
2016 – Vitória de Guimarães (POR) e FLUMINENSE
2017 – FLUMINENSE
2018 – FLUMINENSE e FLAMENGO

 

Veja também:

 

CamisetasGozadas.com.br

Curta a PÁGINA DE RISOBOL

Curta a página FRASES FAMILY GUY

Inscreva-se no CANAL RISOBOL no YouTube

E-book de humor, grátis!