É Fevereiro e a Primeira Liga ainda não tem período definido para acontecer. A tendência é que ocorra durante a Copa do Mundo, em junho e julho, quando as demais competições interclubes estarão paradas.

A fórmula, no entanto, é conhecida. Uma reunião, esta semana, definiu que os 16 participantes jogarão no sistema mata-mata, ida e volta, fazendo um mínimo de 2 e um máximo de 8 jogos.

Em 2017, quando disputou o Mundial de Clubes, o Grêmio fez 79 partidas, dez a menos que o máximo de 2018. O Tricolor ganhou a Libertadores e foi semifinalista do Gauchão e da Copa do Brasil.

Neste ano, o Grêmio terá uma competição que não teve em 2017, a Recopa. Fará um mínimo de 61 jogos na temporada. Cinco já foram, sendo quatro com a equipe de Transição, que costuma representar o clube na Primeira Liga. No ano passado, essa equipe foi eliminada pelo Cruzeiro, nas quartas-de-final. Se chegasse à decisão, teria feito 6 jogos, 2 a menos que o máximo previsto para a edição 2018.

JOGOS DO GRÊMIO EM 2018
Brasileirão: 38
Gauchão: 11 a 17
Libertadores: 6 a 14
Recopa: 2
Copa do Brasil: 2 a 8
Sul-Americana*: 0 a 10
Primeira Liga: 2 a 8
Mundial: 0 a 2
MÍNIMO: 61
MÁXIMO: 89

*Se fizer 8 jogos de Libertadores (fase de grupos + oitavas), o Grêmio não disputará nenhum da Sul-Americana. Das oitavas da Libertadores até o fim do Mundial, são 10 jogos, mesmo número de partidas de quem entra na 2ª fase da Sul-Americana (vindo da Libertadores) e disputa a final da competição. Então, não muda o número máximo de confrontos no ano.

Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA

Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA

 

Veja também:

 

CamisetasGozadas.com.br

Curta a PÁGINA DE RISOBOL

Curta a página FRASES FAMILY GUY

E-book de humor, grátis!