Autor: Franklin Berwig

River é o clube que mais vezes chegou entre os 4 da Libertadores. Veja ranking atualizado

O atropelamento sobre o Jorge Wilstermann, da Bolívia, garantiu ao River Plate sua 15ª presença entre os 4 melhores da Copa Libertadores. O clube argentino já era recordista, mas dividia essa condição com o rival Boca Juniors e com o uruguaio Peñarol. Para o Lanús, que reverteu a vantagem do San Lorenzo, será a 1ª semifinal. É o 61º clube diferente que alcança esta marca. Para o Grêmio, será a 8ª vez entre os 4 melhores, a 6ª no sistema mata-mata. Para o Barcelona, do Equador, a 5ª vez. Lembrando: nem sempre houve mata-mata na semifinal. Por um bom...

Read More

Com 8 a 0, River iguala clube brasileiro e faz maior goleada num mata-mata de Libertadores

Antes da absurda vitória de 8 a 0 do River Plate sobre o Jorge Wilstermann, pelas oitavas-de-final da Libertadores 2017, já haviam sido feitas goleadas maiores na história da competição. As 3 principais foram por 9 gols de diferença, nos anos 1970 e 1971. Outras duas goleadas tiveram diferença de 8 gols mas foram maiores, pois seus vencedores fizeram 9 gols. No entanto, todos esses 5 jogos valeram pela fase inicial do torneio. Em mata-mata, a vitória do River é a maior da Libertadores, empatada com a de um clube brasileiro. Em 2012, o Santos, então detentor do título...

Read More

Corinthians chega a 8 eliminações para argentinos em mata-matas, 6 delas na mesma fase

Os confrontos diante do Racing, pelas oitavas-de-final da Copa Sul-Americana 2017, representaram, para o Corinthians, o 11º enfrentamento com clubes argentinos nos jogos de 180 minutos (mata-matas) em competições internacionais. Foi a 8ª eliminação contra 3 vitórias/títulos corintianos. Duas das vitórias corintianas contra argentinos, em mata-mata, aconteceram em Libertadores. Em 2000, eliminou o Rosario Central, nos pênaltis, nas quartas-de-final. Em 2012, foi campeão sobre o Boca. A outra classificação ocorreu na Sul-Americana de 2005, contra o River, pelas oitavas-de-final, no saldo qualificado. Das 8 eliminações do Corinthians para argentinos, 6 ocorreram na mesma fase das competições: as oitavas-de-final. Na...

Read More

Renato tem 94% de aproveitamento como técnico, em casa, na Libertadores

A vitória por 1 a 0 sobre o Botafogo, pelas quartas-de-final, foi a 5ª do Grêmio em 5 jogos na Arena na Libertadores 2017. Em 2008, quando o Fluminense foi vice-campeão, venceu os 7 jogos que fez como mandante. A única derrota do técnico Renato Portaluppi, em casa, em Libertadores, ocorreu em 2011, pelo Grêmio, no Olímpico, diante da Universidad Católica, pelas oitavas-de-final. O Tricolor havia vencido os outros 4 jogos realizados em Porto Alegre naquela edição. No somatório, em 17 jogos em casa, por Flu e Grêmio na Libertadores, Renato conseguiu 16 vitórias: 94,1% de aproveitamento como mandante. Em números gerais, são 64,7% de...

Read More

Triplamente eliminados, paulistas vivem 2º pior ano em competições internacionais

A noite de quarta-feira, 20 de setembro, marcou 3 eliminações do futebol paulista em competições internacionais. O Santos ficou fora da Copa Libertadores. Corinthians e Ponte Preta dançaram na Sul-Americana. Com 1 representante entre os 8 melhores da Libertadores e nenhum na Sul-Americana, o resultado do futebol de São Paulo só não é inferior ao de 2015, quando o estado não teve time nas quartas-de-final de nenhuma das competições. Esse dado considera, apenas, a partir da 1ª participação brasileira na Sul-Americana (2003), criada para ser a 2ª competição em importância na América do Sul. Além de 2015 e 2017,...

Read More